Na procura da Felicidade vou, passo a passo, até ao fim do arco-iris
Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007
Dizer NÃO

Desde criança habituei-me a que dissessem sobre mim: "é uma boa menina"! Pediam-me constantemente que não ralasse a minha mãe porque ela já tinha muitas preocupações, que fosse boa e obediente que iria ser recompensada, que não seguisse este ou aquele exemplo mau que se me deparava, etc.

Foi assim que me tornei, uma boa menina, que não desiludia os outros, que estava sempre pronta para qualquer sacrifício, que não gostava de ver os outros sofrerem, que fazia tudo o que fosse possível para não dar preocupações, que não dizia não a ninguém!

É bonito encontrarmos alguém assim. Mas eu senti que não era eu própria mas quem os outros gostavam que eu fosse! Não fui criança, com as traquinices normais, não fui adolescente, pelo menos não o exteriorizava , tornei-me logo um adulto responsável!

Não posso, nem quero, tornar-me um ser desprezível, egoísta, que não pensa nos outros. Mas quero aprender a dizer um "NÃO" de vez em quando, a pensar também em mim. Porque se eu for feliz sendo eu própria estarei em mais condições para fazer felizes os que me rodeiam!


estou:

publicado por nofimdoarcoiris às 14:13
link do post | diz-me | favorito

6 comentários:
De penso_logo_existo a 30 de Agosto de 2007 às 15:47
Olá,
Vim aqui parar por acaso. O mundo dos blogs tem esta coisa... a de deixarmos de nos sentir tão diferentes e de encontrarmos pessoas que sentem como nós. O não saber dizer "não" não tem que ser necessariamente mau. De qualquer forma, a necessidade que os outros gostem de nós / de ti, é apenas reflexo de pouca auto-estima. O passado, a educação, os pais, têm um papael fundamental nessa parte da segurança e do amor próprio e, por vezes, há falhas... Eu sei o que é isso mas tento todos os dias acreditar em mim, no meu potencial (tal como acredito no potencial dos outros que amo) e todos os dias tento ser melhor. As pessoasm erram. Ninguém é perfeito... resta-nos ser genuínos. Foooooooorrrrçççççççççaaaaaaaaaaa.
Nota: vou colocar o teu blog no meu blog :)


De nofimdoarcoiris a 30 de Agosto de 2007 às 16:26
Acredito que não tenho falta de auto-estima... Apenas fui educada a agir de forma a ficar sempre bem ao olhar dos outros. Gosto de mim e sei que os outros (amigos e família ) também gostam! O problema é não os decepcionar, agir de acordo com o que esperam de mim. E isso leva a que, por vezes, se aproveitem desta minha atitude. Mesmo que não seja intencional. E eu acabo sempre a dizer que sim (ou a não conseguir dizer não)!
É uma história muito grande que condicionou bastante a minha vida, mas estou a aprender a viver com essa minha história.
Obrigada pela força e também por dares a conhecer o teu blog.


De sociolocaminhar a 31 de Agosto de 2007 às 01:29
E porque é que temos de aprender a dizer não?
Não será mais importante ser apenas aquilo que somos?
Ser coerente com o que pensamos?
E não deixar nunca que outros pensem por nós.
Para ser o que somos e ser felizes, não é necessário dizer não.
É apenas necessário que os outros nos respeitem.
È apenas necessário que saibamos compreender a identidade de cada um e conviver com o diferente.
Perceber que ser diferente é ser diverso e que é da conjugação dos diversos que o mundo avança.
Creio que o importante é nunca perder a nossa identidade.
Mostrar aos outros que o mundo se constrói a partir de sentimentos diferentes
Mas também da capacidade de respeitar a identidade dos que nos rodeiam.
È apenas preciso que façamos compreender ao mundo, as coisas que gostamos e qual o caminho que nos sentimos felizes a percorrer
E apenas necessário não divergir de nós mesmos.





De nofimdoarcoiris a 31 de Agosto de 2007 às 09:26
O problema é quando temos vontade de dizer não e não o dizemos por falta de coragem, para darmos uma boa imagem de nós, porque foi assim que fomos educados, ou para não desiludirmos os outros, e depois ficamos mal porque não fizemos o que queríamos. Aceitar o que nos pedem quando o fazemos por vontade, é bom, faz-nos sentir bem! Agora fazermos porque não conseguimos recusar, leva também a que os outros tomem consciência da nossa fraqueza e se aproveitem.
Fui educada a não ser egoísta, a ajudar os outros quando eles precisam, e isso deixa-me bem com a minha consciência e faz-me feliz. Mas quando o faço apenas porque não consegui dizer não, isso deixa-me frustada comigo mesmo.
Às vezes os outros também precisam de ouvir um NÃO para não se acomodarem.
Obrigada pelo comentário


De Lua de Sol a 31 de Agosto de 2007 às 02:54
Ao contrário de ti, auto-estima não me falta, encontrei-a no que era capaz de agradar aos outros. Confesso ter também dificuldade em dizer "não". E, em parte, fui um pouco como tu descreves, a "boa menina". Sabes que o "não" realmente apetece-me mas depois vai contra aquilo em que me transformei e contra a minha consciência tranquila, que prezo muito. Penso sempre que é natural fazer sacrifícios pelos outros e que o que não é natural é não os fazer! O que me deixou esta forma de ser? Cresci depressa demais e, às vezes, sinto-me pesada, como se fosse mais velha... Como se não soubesse exteriorizar a capacidade para a minha loucura sã... Esse é o maior dissabor de quem tem dificuldade em dizer "não"...
Passa no meu blog, tens uma taça e um desafio.
Bjs


De nofimdoarcoiris a 31 de Agosto de 2007 às 09:43
Por ter querido recuperar (ou ganhar) a auto-estima é que recorri a uma terapia durante vários meses. E consegui! (penso eu...)
O que escrevo agora é o resultado dessa terapia...
Como escrevi na resposta ao comentário anterior, faz-me bem ajudar os outros, sinto-me feliz quando vejo os outros bem! Mas ajudar e não dizer não a um pedido quando o faço porque me falta a coragem para agir de outra forma, e quando se conclui que existe um aproveitamento desta minha característica, então aí sim, existe mesmo falta de auto-estima. E é contra isso que eu luto! É uma luta interior mas que tem dado frutos.
Não deixo no entanto de ser quem sou, e gosto de mim assim!
Beijinhos e obrigada pelas palavras.
Ah! Já vi o desafio... Obrigada


Comentar post

aqui estou eu
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de despedida

Viver à Pressa

FELIZ NATAL

Roupa de criança

De volta

Férias

Perguntas ainda sem respo...

Mais um fim-de-semana

Delícias

potes
gosto

Diário de um Homem Sozinh...

Hoje e sempre

Sejam Bem-vindos

FELICIDADE

Antes só do que mal acomp...

Eu, aqui, agora, ontem, u...

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds