Na procura da Felicidade vou, passo a passo, até ao fim do arco-iris
Quinta-feira, 6 de Março de 2008
Emagrecer... tanto sacrifício

Estive a ler o post da Cigana publicado ontem (ENGORDAR OU EMAGRECER?) onde questiona o que será mais difícil, se nos empanturrarmos com tudo o que é bom e nos dá prazer e tentarmos engordar, se deixarmos de comer o que gostamos e fazermos um sacrifício enorme para nunca chegarmos àquele corpinho maravilha que tanto ambicionamos perdendo aqueles quilos que fomos acumulando ao longo do tempo. Decidi então dar aqui o meu "testemunho real" pois há dois meses tomei a decisão de perder alguns quilitos que me andavam a pesar demasiado.

Tenho de referir que foi uma decisão fácil de tomar, como muitas outras, mas difícil de pôr em prática. Primeiro porque adoro comer, e gosto demasiado daquelas coisas proibidas como queijo, pastéis folhados, chocolates, etc.  Depois porque acabei por concluir que tenho o "vício" de comer, se é que assim se pode chamar. Isto é, sinto uma enorme necessidade de estar a mastigar alguma coisa, mas não pastilhas elásticas , e se tenho algo à mão como uma bolachinha, por exemplo, tenho dificuldade em resistir-lhe. Sou também bastante sedentária, não faço exercício físico e passo todo o dia sentada. Detesto ginásios, por isso a coisa torna-se mais difícil .

Mesmo assim tirei-me heroicamente ao desafio de perder alguns quilos que tenho a mais. Deveria perder 10 quilos, mas não quis colocar a "vara" tão alta.

Hoje, 2 meses depois, perdi 5 quilos. E como o consegui? Nem eu sei como, mas aqui vou contar a minha "receita".

 

1- Não deixei de comer. Isso nunca. Como em menor quantidade, várias vezes ao dia. Como acordo muito cedo bebo, antes de sair de casa um copo de leite magro. Ao chegar a Lisboa, antes de trabalhar tomo o pequeno-almoço, normalíssimo, um pão com pouca manteiga e um galão (agora com adoçante depois de me ter habituado à diferença de gosto). Ao fim de umas 2 horas bebo um iogurte magro. Almoço evitando molhos. A meio da tarde como uma maçã. Em casa janto o mesmo que o resto da família , tentando comer sempre sopa primeiro para não sentir tanta vontade para o resto.

 

2 - Um dos problemas que tinha era chegar a casa esfomeada. Abria o frigorifico e comia o que me aparecia à frente, normalmente queijo (achava que se comesse queijo sem pão não fazia tanto mal). Assim sigo o conselho dos nutricionistas: se sentir fome como uma sopa.

 

3 - Não faço comida especial para mim nem como apenas cozidos e grelhados. Como de tudo um pouco, estufados, assados, evitando sempre os molhos. Nunca acompanho com batatas fritas, até que nunca as faço em casa.

 

4 - Como já disse detesto ginásios. Passei então a andar mais, embora não tenha muito tempo para isso, e optei por subir sempre as escadas, nunca de elevador (a não ser que tenha de ir para um piso muito elevado).

 

5 - Não gosto muito de água. Passei então a beber chá. Também é líquido e bebe-se muito melhor.

 

6 - A primeira vez que me pesei foi ao fim de um mês de iniciar a minha dieta. Evitei assim a desilusão das primeiras semanas. Muito sinceramente só me pesei quando comecei a sentir a roupa menos apertada.

 

Como vêm não precisei de deixar de comer. Mas não pensem que não é sacrifício! O queijo então! Até sonho com ele!

 

 


estou: mais leve

publicado por nofimdoarcoiris às 14:56
link do post | diz-me | favorito

6 comentários:
De cigana a 6 de Março de 2008 às 15:52
Obrigada pela publicidade!
Confesso que, salvo a parte do exercício físico e da água, sempre segui o tipo de regime alimentar que estás a fazer. Mas comigo não resulta. Se isso bastasse!...


De nofimdoarcoiris a 7 de Março de 2008 às 13:51
Muito sinceramente acho que comigo só resultou porque larguei de vez todos os abusos que cometi nos últimos 2 anos (os queijos, os chocolates, as bolachinhas a toda a hora, o pão com muita manteiga, etc.). Tanto que emagreci exactamente o que engordei nesse espaço de tempo. As primeiras 2 semanas foram as mais dificeis pois larguei tudo de repente.
A partir de agora deve ser mais complicado. Mas se conseguir perder mais 3 Kgs vai ser óptimo.


De guiga a 6 de Março de 2008 às 17:15
Concordo contigo! Temos apenas de aprender a viver saudavelmente! :)
Beijinhos *.*


De nofimdoarcoiris a 7 de Março de 2008 às 13:53
Aprender eu aprendi, agora manter na prática... vamos ver!!!
Beijos e bom fim-de-semana


De Migas a 6 de Março de 2008 às 23:12
Desde Janeiro ja perdeste cinco kgs?!?!?!
Sem dietas malucas de 30g de peito de frango grelhado com 2 folhas de alface?!?!
Mas isso é fantástico!!!
Vai na volta ainda vou fazer o mesmo. Menos subir escadas que não há onde eu trabalho.
Continua assim. Tás aqui, tás uma miss... só elegancia!
Espero que a tua mãe esteja melhor.
Beijocas


De nofimdoarcoiris a 7 de Março de 2008 às 14:01
Também eu fiquei espantada quando no final no início de Fevereiro, ao sentir que as calças já não me apertavam, me pesie e tinha menos 2 kgs. E agora, menos ainda!
Só sei explicar isso porque larguei de uma vez tudo o que era hipercalórico. Não deixei de comer, não sou louca a esse ponto, mas algumas vezes substituo o arroz e a massa por legumes, não consumo açucares, evito os molhos,...
Mas também já não devo conseguir muito mais. Vou ver se chego aos 52 Kgs o que significa perder mais 3 Kgs (eu deveria pesar perto de 50Kg).
Durante muitos anos mantive os actuais 55Kgs, por isso duvido que consiga baixar mais, com facilidade.
Obrigada pelo carinho
Bjs


Comentar post

aqui estou eu
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de despedida

Viver à Pressa

FELIZ NATAL

Roupa de criança

De volta

Férias

Perguntas ainda sem respo...

Mais um fim-de-semana

Delícias

potes
gosto

Diário de um Homem Sozinh...

Hoje e sempre

Sejam Bem-vindos

FELICIDADE

Antes só do que mal acomp...

Eu, aqui, agora, ontem, u...

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds