Na procura da Felicidade vou, passo a passo, até ao fim do arco-iris
Domingo, 9 de Dezembro de 2007
Um susto

Às vezes passam-se coisas estranhas, daquelas que não conseguimos explicar como sucedem. Ontem fui, como quase todos os sábados, levar o meu marido ao seu emprego. No caminho que levamos existe um cruzamento daqueles que já mereciam uns semáforos ou uma rotunda (mais uma, menos uma...). Tenho sempre imenso cuidado naquele cruzamento, com tenho em qualquer situação sempre que levo o volante na mão. Parei e vi que da direita vinha um veículo ainda longe o que me dava tempo suficiente para passar. E não é que quando comecei a fazer o cruzamento vejo à minha frente outro carro, que eu não tinha visto, vindo do mesmo lado (direito) para onde eu tinha olhado com tanto cuidado?!  Felizmente consegui travar a tempo (e o outro condutor também se desviou a tempo!!!)! Que susto!

Não consigo entender como é que eu não vi aquele que vinha mais perto. Como é que eu olho e não vejo! Imagino os nomes que eu recebi naquele instante.

Passado aquele momento, o descarregar. Há quanto tempo eu não chorava (a não ser de emoção provocada por um livro ou um filme mais tocante).

Hoje já passou mas ontem parece que tinha sempre à frente dos olhos aquele momento.

 


estou: mais aliviada

publicado por nofimdoarcoiris às 09:17
link do post | diz-me | favorito

aqui estou eu
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de despedida

Viver à Pressa

FELIZ NATAL

Roupa de criança

De volta

Férias

Perguntas ainda sem respo...

Mais um fim-de-semana

Delícias

potes
gosto

Diário de um Homem Sozinh...

Hoje e sempre

Sejam Bem-vindos

FELICIDADE

Antes só do que mal acomp...

Eu, aqui, agora, ontem, u...

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds