Na procura da Felicidade vou, passo a passo, até ao fim do arco-iris
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007
Som com moderação

Há poucos dias ouvi uma notícia sobre uma jovem que tinha sido apanhada por um comboio ao passar à frente dele não ligando aos avisos sonoros do mesmo. Parece que, segundo entendi da notícia, a jovem iria com uns "fones" colocados nos ouvidos. A ser verdade esta última parte da notícia o que ela ia a ouvir deveria estar bastante alto, porque um comboio a apitar faz bastante barulho que é difícil não ouvir.

Na sequência desta notícia houve entretanto uma pequena reportagem sobre este hábito de ouvir música enquanto andamos pelas ruas, com os "fones" colocados. Falava-se aí dos perigos que este hábito pode acarretar que vão desde o não nos apercebermos de sons de aviso até aos problemas auditivos por se ouvir música demasiado alta.

Confesso que também gosto de ouvir uma música através do mp3 , fácil de transportar e que armazena muitas músicas. Faço-o essencialmente quando vou nos transportes públicos, onde também aproveito para ler. Descontrai-me bastante, principalmente após um dia de trabalho! No entanto tenho o cuidado de não ter o som muito elevado de forma a que tal hábito não prejudique a minha audição.

Parece-me no entanto que muitas das pessoas com quem me cruzo no dia-a-dia continuam a ignorar este aviso. Quantos vezes consigo distinguir perfeitamente a música que o meu companheiro de viagem, que vai sentado à minha frente, vai a ouvir. E não me refiro apenas aos mais jovens. Talvez sejam já os efeitos de uma prolongada exposição ao som que os impede de ouvir estes conselhos! Ou é "música para os seus ouvidos"...

Infelizmente não é apenas este hábito que prejudica a nossa audição. Quem tem de andar pelas ruas dos centros urbanos está também sujeito, e de que maneira, aos efeitos da poluição sonora, principalmente dos condutores stressados que buzinam por tudo e por nada!


estou: atenta ao que me rodeia

publicado por nofimdoarcoiris às 14:22
link do post | diz-me | favorito

4 comentários:
De daplanicie a 29 de Agosto de 2007 às 09:56
Pior ainda...li numa revista que ouvir música nos mp3 ou ipods enquanto se faz exercício ao ar livre, quando as condições atmosféricas estão más pode ser muito perigoso. Relatava na notícia o caso de 2 pessoas que ficaram surdas e com queimaduras no rosto devido à queda de um raio perto e que se propagou, acabando por entrar pelos fones. Todo o cuidado é pouco!
Beijinhos


De nofimdoarcoiris a 30 de Agosto de 2007 às 12:04
Também li esse artigo depois de colocar o post e fiquei um pouco assustada :(! Não conhecia esses efeitos. Vou ter que ter cuidado... Ainda bem que não gosto de correr :).


De Diogo Pereira a 29 de Agosto de 2007 às 14:11
Adoro ouvir música enquanto corro pelo parque da cidade! Sem ela não sei o que seria da minha corrida (talvez lenta e sem magia), a música dá-me força para correr ainda mais.

Concordo contigo, poderemos em excesso de utilização desde hábito, criar problemas auditivos.. no entanto na minha opinião não é este o maior problema.
Seja em casa, no carro, no auto-carro, no metro, ou mesmo num descampado qualquer, podem acontecer situações de emergência em que só os nossos ouvidos nos chamam a atenção para tal acontecimento!

Estive em tempos num super-mercado perto de Setúbal, de nome Continente! Todo contente, lá ia eu e os meus pais visitar aquele centro no seu dia de abertura. Passados uns minutos lá dento começo a ouvir umas pessoas a gritar e um barulho de algo a partir-se. Olho para o sitio de onde vinha o ruído e lá estava, um belo de um tecto a cair por cima dos meus olhos. Comecei a correr que nem um doido, porque estava exactamente no sitio onde o tecto acabou por cair. Se tivesse a música alta, não sei onde estaria nesta altura. Talvez neste mesmo sítio a contar a peripécia.. ou não, e este "ou não" é que é de preocupar. Ouvir música é muito bom, mas sempre a um nível de som que nos deixe ouvir alguma coisa "lá fora" :)


De nofimdoarcoiris a 30 de Agosto de 2007 às 12:21
Lembro-me desse acontecimento no Continente. Também estive para lá ir nesse dia, porque moro relativamente perto e só não fui porque tenho pavor a multidões e achei que esse não era o melhor dia para lá ir!
Quanto à questão de ouvir música quando corres é uma óptima ideia (embora eu não goste de correr, só de andar :)). Mas atenção que não o deves fazer quando troveja, como li num artigo de uma revista e que a amiga http://daplanicie.blogs.sapo.pt/ também refere no comentário que fez a este post! Parece que os efeitos não são muito aliciantes!!!


Comentar post

aqui estou eu
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de despedida

Viver à Pressa

FELIZ NATAL

Roupa de criança

De volta

Férias

Perguntas ainda sem respo...

Mais um fim-de-semana

Delícias

potes
gosto

Diário de um Homem Sozinh...

Hoje e sempre

Sejam Bem-vindos

FELICIDADE

Antes só do que mal acomp...

Eu, aqui, agora, ontem, u...

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds