Na procura da Felicidade vou, passo a passo, até ao fim do arco-iris
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007
Mais reflexões

Estive a semana passada de férias e só não vou hoje trabalhar porque tenho de levar a minha mãe ao Hospital para a consulta de Anestesia. Todos estes dias em casa deram-me mais tempo para me dedicar ao meu Blog, mas acabou por acontecer o contrário. Por um lado por falta de vontade de escrever. Tenho andado "em baixo" e muito sinceramente não tenho vontade de fazer nada. Por outro lado, confesso, este blog é um dos meus segredos. Quero dizer que escrevo sem que alguém próximo, familiar ou amigo, saiba que o faço!

Parece estranho tanto mistério!

Neste momento estou em casa, só! E acabei por me sentar aqui e dedicar-me aos meus pensamentos e a escrevê-los. E lembrei-me de algumas conclusões a que cheguei durante o tempo em que fiz terapia.

Durante a minha infância e adolescência fui sempre muito controlada. Para além disso recebia críticas destrutivas sempre que fazia, ou tentava fazer, algo diferente do normal. Em vez de reagir, de tentar impor a minha vontade, acabava por ceder ou por seguir em frente em segredo. Habituei-me assim a esconder o que fazia, a fingir, e por vezes a mentir. Tudo para não ouvir críticas e para poder fazer o que me apetecia. Agora, já adulta e independente, continuo a recear as críticas . Por isso escondo este meu blog.

É um disparate, eu sei. É o meu segredo! Por vezes penso que acabo por sentir necessidade de ter algo de secreto na minha vida.

Irrito-me com facilidade quando me fazem perguntas do género "onde vais", "o que estás a fazer", "andas à procura do quê"! Sinto, exageradamente, que estão a tentar de novo controlar-me. Sei que não é nada disso! Mas acabo por reagir assim.

Esconder-me acaba por ser a forma de me proteger. Sei que é falta de autoconfiança . Sei que posso mudar assim como já mudei noutras aspectos. Mas há coisas que já são difíceis de alterar!

 


estou: a necessitar de um abanão

publicado por nofimdoarcoiris às 09:19
link do post | diz-me | favorito

9 comentários:
De Milena a 17 de Setembro de 2007 às 11:36
Olá,
Identifiquei-me com este teu post!
Eu também não contei a ninguém conhecido deste meu cantinho.
Acho que todos nós necessitamos às vezes dos nossos segredos, do nosso espaço, sem que sejamos criticados, ou mal interpretados.
às vezes conseguimos desabafar aqui, o que não conseguimos falar com mais ninguém, uma vez que as pessoas hoje em dia primam pela falsidade, e quantas vezes nos desiludimos com quem pensávamos que eram nossos amigos.
Por isso continua no anomimato até te apetecer, até te sentires bem, uma coisa temos certo, ninguém nos criticará por isso.


De nofimdoarcoiris a 18 de Setembro de 2007 às 13:59
Aqui encontrei pessoas que sentem como eu a dificuldade em sermos sinceros num mundo de falsidades. Manter a aparência é o lema. Mas às vezes é muito difícil.


De daplanicie a 17 de Setembro de 2007 às 15:13
É uma coisa impressionante! Nem imaginas como me identifiquei com o teu post que poderia perfeitamente ter sido escrito por mim! Como te compreendo, amiga...
Beijinhos grandes para ti


De nofimdoarcoiris a 18 de Setembro de 2007 às 14:24
Sabes que li o teu comentário e fiquei sem saber o que dizer? E eu a pensar que era um ser estranho!!!!


De Pegadas a 17 de Setembro de 2007 às 15:28
Eu também cresci debaixo de um controlo rígido que por vezes chegou a ser emocionalmente castrador. Hoje tenho maturidade suficiente para compreender o porquê do controlo e da severidade, mas nem por isso deixo de sentir as sequelas, nomeadamente a falta de confiança, o receio de ser criticada e a falta de força para impor a minha vontade... Às vezes é mais fácil deixarmo-nos levar pela corrente do que lutarmos contra ela, não é? Felizmente, tenho a meu lado alguém que me tem ensinado a ganhar confiança e a pensar mais no que me faz feliz e menos no que os outros preferem. Este é um caminho que se faz com avanços e recuos, mas a evolução interna vai-se manifestando. O que interessa é não desistir.


De nofimdoarcoiris a 18 de Setembro de 2007 às 14:28
Tenho conseguido progredir com bastante esforço, Quando penso que já venci reparo que ainda existem obstáculos a ultrapassar. Mas desistir... nunca!


De joão palmela a 17 de Setembro de 2007 às 16:39
Cara Amiga!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Cara Amiga! <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Comprendo</A> perfeitamente esse sentimento de se ser controlado que nos leva a fecharmo-nos sobre nós próprios . Também sei que devemos lutar e seguir em frente, mas é difícil e por vezes chega-se achar que tudo e todos nos controlam , chegando a parecer que não existe alternativa entre o dilema de nos fecharmos ou sermos controlados, dai que por vezes nos agarremos a coisas como estas que fazemos onde aqui sim somos verdadeiramente autónomos e somos nós próprios . <BR>Adeus um Abraço amigo, <BR>João Palmela


De nofimdoarcoiris a 18 de Setembro de 2007 às 14:29
Pelo menos aqui somos nós!


De Daniela a 21 de Setembro de 2007 às 16:56
...mais parece que esse post foi escrito pelos mesmos dedos que estão agora a escrever este comentário, identifiquei-me a 100% com ele (e com isto começo a tornar-me repetitiva em relação aos outros comentarios anteriores!)!

Diria memso que se não todos nós, pelo menos uma grande parte, estamos aqui para de alguma forma fugirmos do quotidiano, das aparencias (que parece que cada vez mais importam no mundo que nos rodeia..) e de todas as regras que nos são impostas pela sociedade....

Devo confessar que, apesar do blogando no sapo ser um blog "pessoal",acabo por não escrever tudo o que quero e tenho necessidade de escrever, precisamente por isso, por existirem pessoas (amigos, etc) que sabem e visitam o blog...

Se calhar, estou na fase que falas no post, em que assim que fazemos (ou tentamos fazer) algo diferente, somos deitados a baixo por uma qualquer critica menos agradavel, e eu, tal como tu, sei que não deveria ligar e deveria apenas fazer o que acho que deveria fazer, e o que gosto de fazer...
Por vezes acabamos por nos privar de certas coisas ou faze-las sem que ninguem tenha conhecimento, por isso mesmo, para "manter as aparencias", para não sermos criticados ou simplesmente para agradar aos outros..

No final do post, dizes que deverias mudar, mas e porquê tu (ou nós) e não os outros? porque temos de ser sempre nós? ...afinal quem não gosta que se mude ne? (isto foi a rebeldia propria da idade a vir ao de cima! ..nao ligues! :))

beijinhos de quem te compreende perfeitamente! ;)


Comentar post

aqui estou eu
pesquisar
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Em jeito de despedida

Viver à Pressa

FELIZ NATAL

Roupa de criança

De volta

Férias

Perguntas ainda sem respo...

Mais um fim-de-semana

Delícias

potes
gosto

Diário de um Homem Sozinh...

Hoje e sempre

Sejam Bem-vindos

FELICIDADE

Antes só do que mal acomp...

Eu, aqui, agora, ontem, u...

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds